4 de dez de 2011

Compreendendo o Construtivismo no espaço escolar

Por Elen Cristine

O construtivismo considerado como uma teoria que por certo tempo foi adotado por várias escolas e em algumas até os dias atuais, não pode ser considerado como um simples modismo.

Segundo Sastre, o construtivismo coloca que o verdadeiro conhecimento é adquirido através de uma elaboração, ou seja, uma construção de forma pessoal proveniente do desenvolvimento do pensamento atribuído a um significado, sendo relacionado e organizado com pensamentos anteriores.
O aprendizado adquirido através do construtivismo é tido como o mais semelhante a uma aventura intelectual. O modelo construtivista está centrado na produção do saber pelo aluno, sendo esses colocados à prova para modificá-los ou construir de forma inovadora.

O aluno ensaia, busca, propõe soluções, confronta-as com as de seus colegas, defende-as e as discute.
Sendo assim, vale ressaltar que ao optar pelo método construtivista no espaço escolar é necessário que o aluno inicialmente tenha uma espécie de guia, ou seja, um orientador educacional consciente da importância de respeitar o limite do aluno, evitando antecipar resultados e respostas, considerando que a criança apresenta potencial para realizar de forma coerente.

Tal conduta se faz necessária em virtude do construtivismo ter sido aplicado nas instituições escolares de forma vaga, sem um objetivo concreto a conquistar, resultando em situações nas quais os alunos eram expostos a atividades de forma solta, principalmente sem a orientação pedagógica, resultando muitas vezes no fracasso da evolução dos processos construtivos relacionados a novos aprendizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário