29 de nov de 2013

Escolas públicas de União dos Palmares fazem bonito em apresentação na orla de Maceió


As escolas da rede municipal de ensino de União dos Palmares participaram do encerramento do projeto PALCO ABERTO na cidade de Maceió no dia 22 de novembro de 2013 na Praça Multieventos, na praia da Pajuçara. A iniciativa foi do Instituto Boibumbarte de Cultura que ao longo de meses passou por 08 polos, mobilizou 22 alunos produtores do núcleo e contou com a participação de 42 municípios.


O evento encerrou a edição 2013 do CORREDOR ALAGOAS VIVA em Maceió reunindo jovens em torno de nossas expressões culturais e nossa história. Na oportunidade ocorreram apresentações culturais, exposições em tendas individuais e coletivas, das quais participaram as escolas municipais Salomé da Rocha Barros apresentando o Folguedo Guerreiro e a Escola Pedro Pereira da Silva do povoado Muquém com a apresentação do Folguedo Quilombo. Equipe gestora, professores, coordenadores e alunos tiveram a oportunidade de apresentar elementos da nossa rica cultura alagoana e palmarina.


Fonte: Tribuna União

28 de nov de 2013

Minha homenagem ao Tricampeão brasileiro, Flamengo!


                                                    Hino do Flamengo
                                                    Uma vez Flamengo
                                                    Sempre Flamengo
                                                    Flamengo sempre eu hei de ser
                                                    É o meu maior prazer
                                                    Vê-lo brilhar
                                                    Seja na terra
                                                    Seja no mar
                                                    Vencer, vencer, vencer
                                                    Uma vez Flamengo
                                                    Flamengo até morrer

                                                    Flamengo
                                                    Sempre Flamengo
                                                    Flamengo sempre eu hei de ser
                                                    É o meu maior prazer
                                                    Vê-lo brilhar
                                                    Seja na terra
                                                    Seja no mar
                                                    Vencer, vencer, vencer
                                                    Uma vez Flamengo
                                                    Flamengo até morrer

                                                    Na regata ele me mata
                                                    Me maltrata, me arrebata
                                                    Que emoção no coração
                                                    Consagrado no gramado
                                                    Sempre amado
                                                    O mais cotado
                                                    No "Fla-Flu" é o "Ai, Jesus"
                                                    Eu teria um desgosto profundo
                                                    Se faltasse o Flamengo no mundo
                                                    Ele vibra, ele é fibra
                                                    Muita fibra já pesou
                                                    Flamengo até morrer eu sou
                                                    É, eu sou


26 de nov de 2013

ESCOLA SALOMÉ: Alunos do 8° ano "B", escrevem poema sobre a história de nossa cidade.


                                                         
                                                      União dos Palmares: 
                                                      A terra da Liberdade

                                                      União dos Palmares
                                                      A terra da liberdade
                                                      A Serra da Barriga,
                                                      O quilombo dos palmares.

                                                      Os negros foram tirados
                                                      De sua terra natal,
                                                      Vendidos para os estrangeiros
                                                      Para trabalhar como animal.

                                                      Os senhores de engenho
                                                      Com  sua brutalidade,
                                                      Tratava os escravos com tamanha
                                                      Crueldade.

                                                      Os escravos com sua grande coragem
                                                      Escolheram o seu líder para lutar por
                                                      Liberdade.

                                                      Zumbi com sua garra e coragem,
                                                      Lutastes até  morrer,
                                                      Quando ouviram o seu grito
                                                      Sabiam que era você.

                                                      A Serra da Barriga
                                                      É serra de Alagoas, 
                                                      Serra que ficou marcada
                                                      Com sangue dessas pessoas.

                                                     Termino este poema
                                                     Com aperto no peito,
                                                     Quando lembro da crueldade
                                                     Que fizeram com esses negros.

                  Parabens aos alunos do 8° ano "B" da Escola Mun. Salomé da Rocha Barros

24 de nov de 2013

ESCOLA SALOMÉ: Alunos encerram aulas de Cultura Palmarina com apresentação de seminários.

SOBRE A DISCIPLINA CULTURA PALMARINA...


Criada em 2003 e apoiada na base legal das leis nacionais 10639/03 e da LDB 9394/96, a  disciplina curricular escolar de "Cultura Palmarina" veio para objetivar e incentivar o trabalho do professor da rede municipal  a incluir em suas propostas de aula conteúdos e temáticas que  valorizem os mais diversos aspectos de nosso municipio, entre eles o histórico/cultural, preparando assim, nossos alunos a conhecerem e se aprofundarem sobre nossa rica e ilustre história. A mesma, dispõe sobre a inclusão no curriculo da rede municipal de ensino em União dos Palmares-AL, conteúdos que abordem a contribuição do negro na formação socio-politica e cultural de nosso municipio. 

SOBRE O SEMINÁRIO DAS AVALIAÇÕES FINAIS...


Ocorreu nesta utima semana na Escola Municipal Salomé da Rocha Barros, em União dos Palmares-AL a semana avaliativa semestral e final com professores de todas as diciplinas curriculares da educação básica, entre elas a disciplina Cultura Palmarina, sob orientação e responsabilidade do Prof° Carlos Sena que leciona com turmas do 6° ao 9° ano, turno vespertino. Durante a semana avaliativa alunos das mais variadas turmas na orientação do professor, trabalharam incansavelmente para mostrar um pouco de nossa cultura e história dentro da proposta trazida pela disciplina em sala de aula durante aulas ministradas neste semestre.

Nossos alunos deram um verdadeiro show em suas apresentações durante os seminários, exposições de maquetes, cartazes, danças e outras  modalidades criadas pelos alunos e estimuladas pelo professor. Estão de Parabens os alunos do turno vespertino desta importante instituição de ensino da rede municipal de União dos Palmares-AL, bem como o prof° Carlos Sena na orientação e condução dos trabalhos desenvolvidos em sala.



Fotos e editorial:  Carlos Sena

17 de nov de 2013

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA EM UNIÃO DOS PALMARES-AL


1       17/11 Escambo Cultural com a participação do Gog, local: Muquém, a partir das 14: h00

·       18/11 – Oficina: estética negra e dança afro e cortejo dos grupos culturais- Local: Muquém,
·       18 e 19/11 – oficinas: Hip Hop, Braeck, Grafite, Rima, discotecagem. Local: Sede da Fundação cultural Palmares-RR/AL, inscrições pelo tel.: 3281-3167 e na sede.

·       19/11 – Show do Gog e Nel do Reggae, local – Praça Brasiliano Sarmento, a partir das 18h

  20 de novembro:
Vamos todos subir a Serra da Barriga, para o cortejo dos religiosos, com atividades culturais.

Show de encerramento a partir das 18h com os cantores: Janaina Martins, Ibonan Rocha e o grande show do sambista Martinho da Vila, em tributo a Zumbi dos Palmares na Praça Brasiliano Sarmento.

Obs.: Participação de grupos culturais locais: Banda Afro Nação Dandara, Afro Zumba, Banda Raízes de Zumbi, França do Reggae, União Quilombrother, Isegoria

Realização: Ministério da Cultura, Fundação Cultural Palmares 
Apoio: Prefeitura União dos Palmares, Deputado Federal Paulão, Projeto Inâe e associação Quilombola Muquém.
  
Maria José da Silva
Representante da Fundação Cultural Palmares- RR/AL

Fonte: JMarcelo Fotos

16 de nov de 2013

VISITE E CONHEÇA UNIÃO DOS PALMARES-AL

Aproxima-se o tradicional dia 20 de novembro(Dia da Consciência Negra), e a cidade de União dos Palmares-AL se prepara para mais um ano de comemorações e época de muita reflexão sobre a luta incansável pela LIBERDADE, estabelecida pelos negros escravos da época de colonização no Brasil.
ZUMBI dos PALMARES, o maior ícone e herói da luta contra esse regime cruel que segregava negros de brancos em uma mesma sociedade.


PARTICIPE! Venha de todos os lugares do Brasil prestigiar essa data super importante!

Lembrando que União dos Palmares-AL, é um municipio de Alagoas que encontra-se a 80Km de sua capital  Maceió!

15 de nov de 2013

O QUE SERIA DE FATO UM SISTEMA REPUBLICANO?

Hoje, 15 de novembro de 2013, o povo brasileiro paralisa suas atividades diárias e profissionais para "refletir" sobre o episódio da "Proclamação da República", ocorrido nesta mesma data no ano de 1889. Decreto liderado pelo Marechal Manuel Deodoro da Fonseca.

De fato, o nosso país na época do Império não andava muito pra frente,  o conservadorismo por parte de alguns grupos, o dominio da igreja católica, o regime escravocrata, o voto censitário(baseado na renda anual das pessoas), a ausência de um sistema universal de ensino, o que contribuia para o avanço do analfabetismo, da miséria e o afastamento do Brasil, em relação a outros países republicanos, com certeza levaram ao surgimento de uma grande insatisfação, o que ocasionou no surgimento de um novo regime, o Republicano.

Mas, infelizmente o que viria a ser sinônimo de PROGRESSO, DESENVOLVIMENTO e ASCENSÃO a DEMOCRACIA, tornou-se ao meu ver, apenas mais um sistema imperial e monarquico camuflado nas mais terríveis maneiras de governar. Continuamos a conviver com o preconceito, a mendigar um salário injusto, a sofrer perseguições mediante as nossas escolhas, a ser manipulado por causa da "livre" forma de expressão, a ser escravo da politica mal planejada. Enfim, o que seria na realidade REPUBLICA e DEMOCRACIA nos dias atuais em nosso país.

          Prof° Carlos Sena(Graduado em Geografia e Pós graduando em Geo-história)

10 de nov de 2013

Poema "Solo Sagrado", leva aluna de zona rural de União dos Palmares-AL, ao 1° lugar em concurso.

Sandriele dos Santos Silva aluna do 6º ano da Escola Municipal Pedro Cândido, de União dos Palmares.  

 Meu lugar solo sagrado
Lugar que me viu nascer
Aqui dei meus primeiros passos
Aqui pretendo crescer.

Meu cantinho é importante
Tem esporte e educação
Forró, quadrilha e xaxado 
Aqui tem animação.

Sítio Cavaco é vencedor em toda essa região
A agricultura é predominante 
É mandioca, milho, batata doce e feijão,
Sai dessa terra sagrada a nossa alimentação.

Lugar rico em cultura
E também em tradição,
Aqui nasceram grandes ilustres
Da história de União.

Temos a Serra da Barriga
Paisagem para deslumbrar
A casa de Jorge de Lima
Museu Maria Mariá.

Aqui foi onde se deu
O grito de liberdade
Liderado por Zumbi
No Quilombo dos Palmares.

Buscamos sempre a Deus
Através da religião
Ó lugar de gente boa
É esse querida União.

Se ainda não conhece 
Venha logo conhecer
Esse lugar especial
Que jamais irão esquecer.

Orientada pela professora Maria Vilanir da Silva. 

Fonte: Blog JMarcelo fotos

8 de nov de 2013

Atividades domesticas prolongam a vida e diminuem o risco de doença cardíaca em adultos com mais de 60 anos.

O sedentarismo, que tem aumentado na época moderna, é caracterizado pelo tempo prolongado que a pessoa fica sentada com pouca contração nos grandes grupos musculares. Esta inatividade está claramente associada a um maior risco de várias doenças como diabete e doença cardíaca, assim como a uma maior mortalidade em geral. Por outro lado, é evidente a importância do exercício regular para a saúde e longevidade. Para um estilo de vida saudável, são recomendados 150 minutos por semana de atividade física moderada. 

Pouco é conhecido sobre os efeitos na saúde da atividade física não intencional, aquela decorrente de atividades como arrumar a casa, jardinagem, pequenos consertos domésticos e passatempos do tipo faça você mesmo. Pois uma pesquisa, publicada por cientistas suecos na revista British Journal of Sports Medicine, demonstra claramente os benefícios produzidos por este tipo de atividade, principalmente em pessoas com mais de 60 anos. Se estima que uma pessoa possa queimar seis vezes mais energia por minuto arrumando a casa do que quando ela está sentada.

O estudo avaliou 3839 pessoas nascidas nos anos de 1937 e 1938. Quanto mais atividades domésticas a pessoa realizava durante o dia, menos tempo ela ficava sentada (por exemplo, em frente à TV ou ao computador) e vice-versa. As pessoas com mais tempo ocupado com atividades domésticas tiveram uma redução de até 30% no risco de desenvolver problemas cardiovasculares, bem como apresentaram maior longevidade. 

Interessante que esta atividade física não intencional teve, sobre a saúde, um impacto semelhante ao do exercício físico regular, sendo um fator positivo independente do exercício físico regular, e essas atividades do dia-a-dia são tão importantes para a saúde quanto o exercício intencional. Por sua vez, as pessoas que somam os dois tipos de atividade, exercício regular e atividade física não intencional, apresentaram resultados ainda melhores.

Os resultados deste trabalho servem de alerta e de encorajamento para pessoas de todas as idades para que levantem do sofá e saiam da frente do computador e da TV. Vamos cozinhar, arrumar, reformar, jardinar, evitar os elevadores, máquinas e serviços terceirizados. Quanto mais fizermos as nossas coisas do dia-a-dia, melhor para nossa saúde. 

Ah, e não se esqueça dos 150 minutos por semana do exercício regular. Tudo isto é de graça. 

Fonte: ABC da saúde


2 de nov de 2013

Provinha Brasil avalia esse mês cerca de 3 milhões de alunos da educação básica

Por Ione Lorenzoni
 
 Os 3 milhões de estudantes matriculados no segundo ano do ensino fundamental público podem fazer a Provinha Brasil este mês. O exame avalia as competências de alfabetização, leitura e matemática alcançadas pelas crianças. As redes e escolas têm autonomia para aplicar e avaliar os resultados, mas o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), que elabora os testes, recomenda que as provas sejam respondidas em dias diferentes. A provinha não é obrigatória.

O exame é composto por um conjunto de materiais — cadernos de leitura e de matemática para cada aluno; guia de orientação a escolas, coordenadores pedagógicos e professores sobre a aplicação, a correção e a interpretação dos resultados; matrizes de referência. Esse material foi postado nos Correios entre 7 e 25 de outubro. De acordo com a Coordenação-Geral do Sistema de Avaliação da Educação Básica do Inep, caso as escolas ainda não tenham recebido os conjuntos, devem procurá-los nas secretarias de Educação dos municípios ou nas prefeituras. No caso das redes estaduais, nas secretarias de Educação ou nas regionais de ensino.

Referência — Para orientar escolas e educadores, o Inep elaborou uma matriz de referência para leitura e outra para matemática. Nelas estão descritas as habilidades que o estudante do segundo ano deve ter adquirido nessa etapa escolar.

No caso da avaliação de leitura, a matriz indica que a criança deve, por exemplo, ser capaz de reconhecer letras. No teste, que contém letras e outros sinais gráficos, o aluno deve apontar a diferença. A matriz sugere dez passos na avaliação. Entre os quais, reconhecer sílabas, palavras e frases e localizar uma informação em um texto.

A matriz de alfabetização matemática aborda habilidades do estudante ao associar, comparar, ordenar e identificar figuras geométricas planas e espaciais, comparar e ordenar dimensões. Cada item avalia um tipo de competência alcançada.

Pacto — Para atender ao artigo 9º da Portaria nº 867, de 4 de julho de 2012, que instituiu o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, o Inep desenvolve um sistema informatizado para coleta e tratamento dos resultados da Provinha Brasil. O artigo 9º diz também que a avaliação do desempenho dos estudantes do segundo ano do ensino fundamental deve ser feita com aplicação da Provinha Brasil, pelas escolas participantes do pacto, no início e no fim de cada ano. O Inep, ainda de acordo com a portaria, prepara uma análise por amostra dos resultados da provinha ao fim do segundo ano e promove uma avaliação externa, universal, do nível de alfabetização ao final do terceiro ano do ensino fundamental.

A Provinha Brasil de leitura e letramento, anual, começou a ser aplicada em 2008. Em 2011, o Inep criou a provinha de matemática. Desde 2012, as duas provas são aplicadas no início e no fim do ano letivo. A página da Provinha Brasil na internet contém as matrizes de referência de leitura e matemática e conta a trajetória do exame.

Fonte: Site do MEC