28 de mai de 2013

Encerradas as inscrições do Enem 2013; boleto pode ser pago até 29/05

Estão encerradas as inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2013. Os candidatos tiveram até as 23h59 dessa segunda-feira (27) para se inscrever no exame nacional. Os inscritos podem pagar a taxa de inscrição de R$ 35 até quarta-feira (29). O pagamento da taxa de inscrição do exame deve ser efetuado somente no Banco do Brasil, por meio da GRU Simples (Guia de Recolhimento da União). Só com o pagamento, a inscrição do candidato estará confirmada. 

Até as 16h de segunda-feira (27), a edição 2013 já tinha superado o total de inscritos do ano passado, com 6.600.403 candidatos, segundo o MEC (Ministério da Educação). Às 18h07, mais de 6,8 milhões de candidatos já estavam inscritos. 

São Paulo era o Estado com mais candidatos inscritos até as 16h (1.030.658). Na sequência vêm Minas Gerais, com 731.901, e Bahia, com 482.799 inscritos. Em menos de cinco horas, mais de 250 mil alunos entraram no sistema. De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), no último dia o sistema recebeu uma média de 700 inscrições por minuto. 
Nessa segunda-feira, os candidatos reclamaram da lentidão do sistema. A assessoria de imprensa do MEC informou que casos pontuais ocorreram por causa de muitos acessos simultâneos, mas que o sistema estava funcionando normalmente. 

Estudantes que tentaram se inscrever no exame na madrugada da segunda-feira também relataram que o site informava que as inscrições estavam encerradas. O MEC confirmou que a mensagem apareceu indevidamente no site de inscrições do Enem 2013 durante a madrugada. No entanto, afirmou que o sistema não deixou de receber inscrições no período.

Provas

A aplicação do exame acontecerá nos dias 26 e 27 de outubro, às 13h (horário de Brasília).

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e ciências naturais e o aluno terá 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. No segundo dia, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, de matemática e a redação e o candidato terá 5 horas e 30 minutos.

Fonte: Uol educação

22 de mai de 2013

Número de inscritos no Enem ultrapassa 4,3 milhões


O número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou a 4.346.173 até as 18h15 desta quarta-feira (22), de acordo com o Ministério da Educação (MEC). Em 24 horas foram mais de 430 mil inscrições.  As inscrições começaram na manhã de segunda-feira (13) e terminam às 23h59 do dia 27 deste mês. O exame será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro em todos os estados e no Distrito Federal. 

Para os candidatos não isentos, a taxa de inscrição, de R$ 35, deve ser paga até o dia 29. Estão isentos os concluintes do ensino médio em 2013, matriculados em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica. Também não precisa pagar a taxa o participante com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

O Enem é destinado àqueles que já concluíram ou vão concluir o ensino médio até o fim de 2013, mas pode ser feito também por quem quer apenas treinar para a prova. O resultado no exame é usado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior. 

Os interessados em fazer a prova devem se inscrever pela internet no endereço do Enem. Para os estudantes que têm dúvidas, a página também traz um passo a passo com orientações detalhadas sobre como fazer a inscrição no exame.

O desempenho no Enem é também requisito para participação do estudante nos programas Universidade para Todos (ProUni) e Ciência sem Fronteiras e para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Estudantes maiores de 18 anos que ainda não obtiveram a certificação do ensino médio podem fazê-lo por meio do Enem .

Fonte: Tudo na Hora

17 de mai de 2013

Escolas públicas de União dos Palmares realizam caminhada em favor da paz!!

União dos Palmares-AL, viveu e presenciou na tarde da ultima quinta feira(16) atitudes que verdadeiramente marcaram e nos mostraram o quanto somos úteis e que pequenos ou grandes gestos mudam e transformam vidas. Toda população no geral se emocionou ao ver um mar de alunos e educadores das escolas da rede publica municipal percorrerem vestidos de branco e segurando faixas e cartazes com frases que incentivavam a pratica da paz e a dizer NÃO a violência e ao abuso sexual infantil, em percurso pelas principais ruas e avenidas da cidade todos com lindos sorrisos no rosto e chamando a atenção ao som de apitos e gritos que significavam uma mensagem de chega! Basta! a tanta violência em nossa sociedade.



União dos Palmares, que tem o slogan e é conhecida como a "Terra da Liberdade", em homenagem a bravura e luta dos negros refugiados em quilombos na época da escravidão. É a cidade que tem como patrimônio histórico da humanidade o parque memorial quilombo dos palmares(Serra da Barriga), é tambem a cidade natal onde nasceu  um dos mais conhecidos poetas do Brasil, o Jorge de Lima, porem  infelizmente tem sido retratada em reportagens como uma das cidades mais violentas do estado de Alagoas, e que realmente entendemos que é exatamente a partir de ações e iniciativas como a desses alunos e educadores que estaremos demonstrando a nossa imensa capacidade de amar e que somente amando e dando as mãos é que nos fortalecemos e colaboramos positivamente para a construção de uma sociedade justa e um mundo melhor. Parabens a toda comunidade escolar e em especial a Escola Municipal Salomé da Rocha Barros que foi considerada a escola que teve o maior numero de alunos presente neste movimento em favor da paz.

Foto e editorial: Por Carlos Sena

16 de mai de 2013

Compreendendo a homossexualidade


O desejo por pessoas do mesmo sexo pode surgir bem antes da fase adulta. Com o tempo, meninos e meninas percebem que o ‘normal’ é se interessar por pessoas do sexo oposto. Mas, alguns se veem diferentes por não se sentirem assim e, por isso, acabam ‘entrando no armário’. Muitos não se revelam por receio: sentem-se sozinhos, rejeitados e com quilos de preconceitos. Inibem tais sentimentos por medo de serem marginalizados, e acabam sofrendo com tal opção. 

É preciso deixar claro que os casos homossexuais não nos contam sobre opções. É por isso que muitos julgam incorreto o termo opção sexual. O certo seria dizer orientação, já que tais pessoas são motivadas por um desejo que não controlam. Talvez valha lembrar que orientação sexual não é só sexo. Existem sentimentos, dificuldades e medos que vão além da conotação sexual. É uma atração afetiva, emocional e não puramente sexual. 

A homossexualidade teve sua condenação histórica, já que toda manifestação sexual sem fins reprodutivos foi, e ainda é, severamente condenada. Nisso, a religião exerceu grande papel castrador no negativismo homossexual. Muito da informação que nos chega sobre a homossexualidade é estereotipada ou corrompida. Ainda que nossa sociedade já tenha evoluído em muitos aspectos, quando falamos sobre a homossexualidade, ela se apresenta homofóbica, julgando-os como promíscuos. É preciso rever tais ideias e respeitar os direitos de todos os cidadãos.

 A luta dos homossexuais é enorme para reverter esse quadro. Eles buscam por respeito, mas, ainda assim, são alvo de discriminações e vítimas de uma sociedade heterocentrada, que opera com preconceito para não tratar de forma igualitária aqueles considerados diferentes. 

Mas, é preciso assumir, não só para a sociedade, como para si e para a família. Às vezes, o próprio homossexual é homofóbico, já que é muito difícil extinguir anos de negativismo. Por isso, muitos acabam tendo uma vida dupla, pelo medo de perder o amor das pessoas. Mas, poder assumir para si próprio é anular preconceitos internalizados, ainda que haja um grande medo da revelação, o que vai depender do ambiente, da história de vida e de como a própria pessoa se aceitou. A aceitação varia de acordo com as mensagens que foram recebidas. Mas não se cobre, sair do armário não é um ato único que acontece da noite para o dia. Há quem prefira ir aos poucos. 

Outro fantasma que ronda esse momento é a hora de contar para os pais. Não existe um melhor momento para isso. Ou melhor, o momento ideal é quando você está seguro e tem certeza daquilo que quer e é. Mas, saiba que não há como prever a reação deles. Alguns se ressentem de tal revelação e, como arma de combate, fazem da dependência financeira um argumento para que os filhos mudem de orientação. É preciso paciência pois o processo de assimilação pode demorar anos. 

Às vezes, se a própria pessoa já demora um tempo para se auto-aceitar, os pais também podem não conseguir aceitar de uma hora pra outra. São muitos os que se chocam com tal descoberta, e passam por um momento de grande desgaste emocional. Eles vão precisar aprender com os filhos o que acontece com eles, pois sentem como se estivessem perdendo as projeções feitas ou o sonho de serem avós, por exemplo. 

Outros pais se preocupam com o preconceito social que o filho, por ventura, possa vir a passar, já que ser minoria é se sentir marginalizado, muitas vezes. Já, outros negam tal condição como uma forma de proteger-se das mudanças. Mas, o mais importante a saber é que seu filho continua sendo a mesma pessoa de antes, a única coisa que mudou é que agora você sabe que ele é gay. 

Saiba, também, que o seu filho não está contra você, mas a favor dele. O filho de antes é o mesmo de agora. Não existem culpados por isso, e ninguém fez nada de errado. É uma opção que os pais farão: poderão escolher se querem continuar participando da vida do filho, ou vão negá-lo somente por conta da sua orientação sexual. Os pais podem precisar pesquisar sobre o assunto para entenderem melhor o que está acontecendo com eles e com o filho. 

Há também aqueles que vão procurar por um apoio psicoterápico nesse momento. A psicologia trabalha, auxiliando no caminho para a auto-estima e a auto-afirmação. Um trabalho que visa o entendimento daquilo pelo que a pessoa está passando. Assim, a ajuda de um profissional qualificado é de vital importância para combater as rejeições.

 Mas, desconfie de quem avisa que é possível curar a homossexualidade, até porque tal condição não é uma doença, muito menos um desvio psicológico. Ou seja, a psicoterapia é capaz de fornecer suporte para uma boa aceitação e força para lidar com suas decisões. Não significa apontar saídas, mas possibilitar a reflexão das opções para que possa lidar de uma forma menos traumática com as pressões sociais. 

Fonte: ABC da Saúde



11 de mai de 2013

GEOGRAFIA: O que aconteceria se a Terra parasse de girar?



               Se a Terra parasse de girar, o mais provável é que a vida seria extinta.

Por Tiago Dantas
 
A hipotética situação de o planeta parar de girar, ou seja, da Terra parar de realizar o movimento de rotação, é um mistério para os cientistas, que não sabem ao certo, quais seriam as reais conseqüências da situação para os seres vivos. No entanto, uma coisa eles têm certeza: seria uma catástrofe; o mais provável é a vida no planeta seria extinta.

Nessa situação, o dia passaria a durar um ano, metade dele com luz solar e a outra metade nas trevas. Nesse sentido, duas situações antagônicas poderiam acontecer: o mundo iria se tornar extremamente quente ou entraria em uma era glacial. Na primeira hipótese, isso ocorreria pelo fato de que a evaporação intensa da água dos oceanos do lado dia aumentaria o efeito estufa e a temperatura global, que poderia alcançar níveis exorbitantes. A outra hipótese, de que a Terra poderia entrar em uma era glacial, ocorreria devido à acumulação de neve no lado noite, formando uma camada de gelo tão espessa que não derreteria nem quando voltasse a amanhecer no lado noite.

Praticamente todos os seres vivos seriam extintos; talvez alguma espécie abissal poderia sobreviver, uma vez que esses seres têm a vida baseada na quimiossíntese. Além disso, no instante em que a Terra parasse de girar, ela sairia de uma velocidade de aproximadamente 900 km/h (em uma latitude de 45°) para zero. Sentindo o efeito da inércia, todas as construções e edificações no planeta cairiam, sem falar nos fortíssimos terremotos que assolariam a Terra. Entretanto, as pessoas não sairiam flutuando pelo espaço, como alguns pensam, já que a gravidade não mudaria em absolutamente nada. 

Fonte: Mundo educação

8 de mai de 2013

Incrições para o ENEM 2013 abrem dia 13 de maio





Por Adriano Lesme
 
Provas serão realizadas nos dias 26 e 27 de outubro. Edital sai nesta quinta-feira.


Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, 08 de maio, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, informou que as inscrições para a edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão abertas na próxima segunda-feira, dia 13, e prosseguirão até o dia 27 de maio.

A taxa continua no valor de R$ 35 e deverá ser paga até o dia 29 de maio. Os estudantes do 3º ano do ensino médio de escolas públicas e as pessoas com renda mensal per capita de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.017) têm direito a isenção de taxa. Antes, eram isentos apenas aqueles com renda de até um salário minimo per capita.

As provas do Enem do 2013 serão aplicadas nos dias 26 e 27 de outubro, um sábado e um domingo, com início às 13h (horário de Brasília). O formato das provas permanece o mesmo, com questões de Ciências Humanas e Ciências da Natureza no primeiro dia e questões de Linguagens e Códigos e Matemática e suas Tecnologias mais redação, no segundo.

O resultado do Enem 2013 deverá ser divulgado no final de dezembro, para que o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2014 seja realizado em janeiro. Um edital com mais informações sobre o Enem 2013 será divulgado amanhã, dia 09.

Redações

Alvo de constantes reclamações, as redações do Enem serão corrigidas com mais rigor na edição de 2013. O Ministério da Educação (MEC) informou que as redações que obtiverem nota máxima após avaliação dos dois corretores também serão examinadas por uma banca, antes acionada apenas se o terceiro examinador não chegasse a um acordo com os outros dois.

Um terceiro corretor também será acionado se houver diferença de mais de 100 pontos entre as notas finais dadas pelos dois corretores. No Enem 2012 essa diferença tinha que ser de 200 pontos ou mais. Com essa mudança, o MEC prevê que 33% das redações do Enem 2013 irão passar por um terceiro examinador. Na edição do ano passado o índice foi de 21%.

Aloizio Mercadante afirmou, ainda, que as redações com inserções consideradas "provocativas ou debochadas" vão tirar nota zero. Em março, o jornal O Globo divulgou algumas redações com erros de português como "rasoável", "enchergar" e "trousse", além de erros de concordância, que obtiveram nota máxima (1.000) no Enem 2012. Também foram divulgadas uma redação que continha receita de macarrão e recebeu nota 560 e outra com o hino do Palmeiras que recebeu nota 500.

Fonte: R7 .com

5 de mai de 2013

Biografia de Milton Santos


Advogado e geógrafo brasileiro, Milton Almeida dos Santos nasceu em Brotas de Macaúbas, cidade do estado da Bahia, em 3 de maio de 1926. Faleceu em São Paulo, em 24 de junho de 2001.Dedicou-se aos estudos em Geografia, destacando-se nas matérias de urbanização e questões do Terceiro Mundo. Na época de estudante secundarista participou da militância política esquerdista, formou-se em Direito permanecendo interessado pela Geografia.

Ingressou via concurso no magistério do Colégio Municipal de Ilhéus, trabalhou como jornalista e escreveu o livro “Zona do Cacau”. Fez doutorado na Universidade de Strasburgo, entre França e Alemanha em 1958.Retornou ao Brasil e fundou o Laboratório de Geomorfologia e Estudos Regionais, continuando seu trabalho jornalístico e político em Salvador. Foi nomeado pelo então presidente Jânio Quadros  a subchefia do Gabinete Civil em 1960, em comitiva presidencial viajou a Cuba.
 
Por esta participação no governo de Jânio, foi duramente perseguido depois do golpe militar de 1964. Cumpriu meio ano de prisão domiciliar, e se exilou por treze anos na França, Canadá, EUA, Venezuela, Peru, Inglaterra e Tanzânia.

Neste países exerceu funções acadêmicas e de pesquisas em entidades de ensino superior e planejamento social ligado a ONU e a OIT. Retornou ao Brasil em 1976, encontrou obstáculos para lecionar e trabalhar em universidades brasileiras. Conseguiu lecionar na UFRJ, na USP e na Universidade Catolica de Salvador.

Fonte: Infoescola

1 de mai de 2013

A HISTÓRIA DO DIA DO TRABALHO


A História do Dia do Trabalho no Brasil têm o seu início do séc. XX, alguns tipos de agremiações de trabalhadores eram bastante comuns, porém não tinham muita representatividade política, devido a incipiente industrialização que havia até o começo da chamada Era Vargas.

Inicialmente influenciados pelas teorias anarquistas e, mais tarde, pela ideologia comunista, os movimentos operários foram sendo gradualmente dissolvidos, principalmente após Getúlio Vargas assumir o poder em 1930. A partir daí, os trabalhadores das zonas urbanas começaram a sofrer a influência do então chamado "trabalhismo", um tipo de ideologia que não pregava o fim capitalismo como sistema econômico, mas sim o triunfo do capital, colaborando para isso com o seu trabalho.

A propaganda do regime getulista utilizou o trabalhismo como um instrumento de controle das massas, o que acabou marcando uma linha divisória na maneira pela qual os brasileiros comemoravam o dia do trabalho.

As comemorações no Brasil

Se antes de Getúlio, a comemoração era marcada pelos protestos e críticas as estruturas socioeconômicas dominantes, depois de Getúlio as comemorações adquiriram um tom mais festivo, com festas populares e desfiles.

Atualmente, embora a Era Vargas já tenha finalizado há mais de 60 anos, essa tendência se mantém e o dia do trabalho é comemorado como uma grande festa no Brasil, com shows musicais de grandes nomes da música popular e outros eventos do gênero.

Fonte:  Google pesquisa