17 de mai de 2014

Número de inscritos no Enem 2014 passa de 3,2 milhões, diz MEC



Até as 22h desta sexta-feira (16), a edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou 3.275.000 inscrições, segundo balanço parcial divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O prazo para participar vai até as 23h59 do dia 23, no site http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem/. O Enem deverá ser usado por pelo menos 115 universidades federais para o acesso a cursos de graduação.

Segundo o Inep, o ritmo de inscrições aponta um aumento de 11% em relação a edição de 2013. Os estados com maior número de inscritos são São Paulo. Minas Gerais, Ceará, Rio de Janeiro e Bahia. As mulheres respondem por 59% das inscrições.

O ritmo de inscrições, segundo o Inep, é maior do que o da edição de 2013. De acordo com os dados divulgados pelo MEC no ano passado, após quatro dias e meio de inscrições, a edição de 2013 do Enem tinha 2,7 milhões de inscritos. A expectativa é que até 8,2 milhões de estudantes se inscrevam este ano –em 2013, o número total foi de 7,1 milhões de candidatos, e mais de 5 milhões fizeram os dois dias de prova.

Com base no volume de visitantes no site, o Inep afirma  que os melhores horários para se inscrever na prova do MEC são até as 9h, entre as 14h e as 17h, e após as 21h. O exame será realizado nos dias 8 e 9 de novembro. Os candidatos podem tirar dúvidas sobre a inscrição em um passo a passo da inscrição no site enem.inep.gov.br.

A taxa de inscrição não mudou – continua R$ 35 –, e o pagamento do boleto deve ser feito até o dia 28 de maio. Ficam isentos da cobrança todos os alunos de escola pública ou que comprovarem renda familiar mensal inferior a R$ 1.086.

 Fonte: G1.globo .com

14 de mai de 2014

A GREVE RELÂMPAGO!!

UMA GREVE SEGUIDA DE UMA CAMINHADA/PROTESTO, ONDE NO FUNDO SO ESTÁ SERVINDO PARA TENTAR MANIPULAR E DESVIAR A ATENCAO DOS SERVIDORES PARA A VERDADEIRA RAZÃO DOS PROBLEMAS, ESPECIALMENTE OS "CONTRATADOS" QUE A MESES NAO RECEBEM, COLOCANDO-OS CONTRA OS VEREADORES NA INTENÇÃO DE CAMUFLAR INÚMERAS DESORDENS QUE VEM ACONTECENDO EM NOSSO MUNICIPIO, QUE COMO UM CASTIGO OU MALDIÇÃO O MESMO MUNICIPIO VEM SOFRENDO A DÉCADAS. 



13 de mai de 2014

PORQUE FALAR AINDA CONSTITUI-SE UM DIREITO!

O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO AGE COMO SE OS EFETIVOS FOSSEM RETARDADOS


Fabiana, ex-presidente do SINTEAL-União diz, em entrevista a Rádio Farol, 13/05, que resolveu tomar a defesa dos trabalhadores contratados da educação, por estes, não ter representatividade que o fizesse. Mentira! O capítulo I do estatuto do SINTEAL, Art. 3º diz:

[...] 
b- Propor soluções para os problemas dos trabalhadores da educação do Estado de Alagoas, diretrizes da política educacional e da formação e qualidade do desempenho dos trabalhadores da educação.
g- Representar perante as autoridades governamentais e jurídicas os interesses dos trabalhadores da educação.

Diante disto, fica claro que a representatividade dos trabalhadores da educação, seja efetivo ou contratado é da responsabilidade do SINTEAL, é ele o representante legal destes trabalhadores.

É evidente que Fabiana está querendo desviar o foco do problema e provocar um levante contra a câmara de vereadores, digo, um levante contra os oito vereadores que restaram e que, - para nossa surpresa! Estão defendendo os interesses da população e não o deles, como já aconteceu em outros mandatos.

A truculenta mentora desse falso, mas legítimo manifesto lidera as discussões para desviar a atenção dos fatos para o verdadeiro culpado; O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO RICARDO PRAXEDES. Mais uma vez a população palmarina encontra-se sobre os efeitos da maldição da gestão PRAXEDES, no passado, deixou a população na miséria, hoje, tudo se repete.

O Secretário usa o dinheiro da educação como se fosse dele, distribui dinheiro como quem distribui santinhos de campanha política; aliás, esse é o interesse. Logo, não podemos esquecer que toda a irregularidade encontrada na folha da educação é sem dúvida, de total responsabilidade do Secretário de Educação, afinal, para desviar tanto dinheiro do FUNDEB através de notas avulsas, frias, falsas, ilegais teve a assinatura do dito cujo.

Portanto, se não tem dinheiro para pagar os contratados e possivelmente os efetivos em maio é porque o Secretário andou fazendo fuá com o dinheiro da educação, tanto da folha 40 quanto da folha 60, isso desde o primeiro dia que assumiu esta pasta, pois até a festa dos funcionários da educação foi pago com o nosso próprio dinheiro.

Acredito que absurdos maiores estão por vir, muito está sendo detectado, o que nós educadores temos a fazer é apoiar a luta dos contratados e dos efetivos junto ao grupo de vereadores que estão dando suporte a esta categoria. Segundo os vereadores, basta uma prestação de contas do dinheiro gasto, acompanhado de relatório detalhado, - coisa que já deveria ter sido feito se tivéssemos uma gestão transparente. O que não podemos concordar é que se libere mais dinheiro para ser gasto de maneira fraudulenta e irresponsável.

Somos educadores, responsáveis e comprometidos com a educação, não devemos jamais esquecer que somos os formadores de opinião, é também sobre os nossos ombros que pesa a formação de cidadãos críticos e conscientes, formação esta que só irá acontecer através de uma educação emancipadora. Sendo assim; lutar pela moralização da educação é responsabilidade nossa e de toda a sociedade, não podemos nos abster ou compactuar de forma passiva e vergonhosa com esse descaso e com esse (des) governo.

Independe de sermos efetivos ou contratados, é nosso dever junto ao SINTEAL tomar a frente dessas discussões e não permitir que o malfeitor se faça de sonso e nos faça de idiotas e retardados, pois todo o dinheiro desviado através de notas frias causou o caos que nos encontramos hoje.

Professor José Cizino de Oliveira

GREVE GERAL NO FUNCIONALISMO PÚBLICO EM UNIÃO DOS PALMARES-AL


Mais de 2 mil prestadores de serviços do município estão com seus vencimentos atrasados em dois meses em alguns casos.

Os servidores prestadores de serviços da educação realizaram uma assembleia deliberativa na noite desta  segunda feira 12, puxada pela sindicalista e professora Fabiana Alexandre, aproximadamente 600 contratados estiveram no centro administrativo Dr. Antônio Gomes de Barros, lotando o auditório e os corredores.

Presentes o secretário de educação Ricardo Praxedes, o secretário de administração Francisco Vianna e o secretário de comunicação Kleber Marques. Kleber Marques disse: "tudo isso que está acontecendo é uma quebra de braço na política. E o salário do povo não pode ser penalizado".

Francisco Viana falou que há recurso em conta, o que falta é a câmara aprovar  o suplemento orçamentário, ano passado a câmara aprovou apenas 5% (aproximadamente R $ 7milhões) que já foram usados nos primeiros quatro meses. O poder executivo solicitou essa liberação e até o momento não foi liberada, comprometendo assim o pagamento dos servidores, contratos e não tardará poderá comprometer o funcionamento da administração.

Fabiana Alexandre apresentou a situação dos contratados que estão sem receber seus salários há dois meses e que muitos já estão em grandes dificuldades em casa. E que uma decisão precisa ser tomada.

Ricardo Praxedes lamentou a situação disse que se empenhou junto ao prefeito pra reverter a situação, mas a câmara se negou a atender os técnicos, não discutiram o projeto e agora desejam engessar a administração, por uma questão política estão prejudicando muitos pais de família, que trabalham muito por este município.


Após ouvir alguns prestadores de serviços, Fabiana Alexandre convidou interessados pra fazer parte de uma comissão de luta, e juntos deliberaram uma greve geral a partir desta terça-feira 13, na próxima quarta-feira 15, haverá uma mobilização iniciada na prefeitura que terminará em frente ao Fórum da Justiça Estadual.

Lá os prestadores de serviços, irão reivindicar ao Ministério Público uma ação pra acabar com este embate. Decidida à paralisação os presentes aprovaram e tomaram nota da ata registrada no evento.

A Câmara

Em sessão nesta segunda-feira 12, os vereadores rebateram as informações divulgadas durante a assembleia dos contratados da educação, informando que o legislativo em nada interfere no pagamento dos contratados. E que aguarda a prestação de contas do executivo, bem como uma explicação detalhada a cerca do projeto de suplementação ou remanejamento do orçamento. 

Secom

11 de mai de 2014

Parabéns Mamãe!!

E hoje é um dos dias mais importantes e significantes para as famílias brasileiras. O dia das mães!
Essa figura incomparável que desde o ventre ja nos amava e sentia o maior dos sentimentos, o amor.

Por isso o blog "Democratizando o Saber" vem desejar a todas as queridas mamães, um dia repleto de paz, amor e emoções, e que Jesus possa em seu infinito amor dar a cada uma dessas MULHERES VIRTUOSAS força e coragem pra vencer as intempéries que a vida sempre nos faz passar.

 E o meu muito obrigado vai para essa senhora linda aqui da foto ao lado(Maria do Socorro Ferreira Duarte), que me deu a honra de vir ao mundo e me mostrou que a vida é feita de altos e baixos, e que o respeito e o amor devem estar sempre em primeiro lugar!

4 de mai de 2014

Menos sal é igual a coração mais saudável

Doença cardíaca é uma das principais causas de morte no mundo. O estilo de vida moderno, com muito estresse, ausência de atividade física e alimentação pouco saudável é responsável por aproximadamente 80% das doenças cardiovasculares. Dentre os vários fatores de risco que contribuem para doença cardiovascular, o principal é a pressão alta, responsável por 62% dos derrames e 49% dos ataques cardíacos. 

Um dos fatores alimentares que é crítico para a o aumento da pressão arterial e suas consequências indesejáveis é o elevado consumo de sal. Resultados de estudos que avaliaram a redução do consumo de sal por um curto espaço de tempo indicam uma relação direta de dose resposta entre a ingestão de sal e a pressão arterial. A redução de 1 g de sal por dia contribui para a queda de um ponto (medido em milímetros de mercúrio - mmHg) da pressão sistólica (a mais alta das duas). 

Agora, uma nova pesquisa, mais longa que as anteriores, realizada na Inglaterra, amplia a análise da relação entre sal e doença cardiovascular. No período de 2003 a 2011 houve uma redução de 15 por cento no consumo de sal. Neste mesmo período, as mortes por doença cardíaca caíram 40 por cento e por derrame 42 por cento. Esta associação expõe o impacto do consumo de sal na saúde da população. 

Mesmo que vários outros fatores possam ter uma parcela de contribuição nestas reduções, é indiscutível a importância do sal como um fator isolado no controle da pressão arterial e de suas consequências. 

Mesmo que tenha havido uma significativa redução no consumo de sal nos últimos anos, os pesquisadores alertam que o consumo na Inglaterra, continua acima do máximo recomendado por dia (que é 6g de sal). Isto ocorre em vários países ocidentais. 

Uma das dificuldades para o controle da ingestão de sal é o crescente uso de alimentos industrializados na dieta do dia-a-dia. Estima-se que 75% do sal ingerido na dieta ocidental provenha da comida industrializada.
 
Estes resultados dão elementos para reforçar as campanhas institucionais para redução da ingestão de sal, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares e promovendo a saúde. 

Fonte: ABC da saúde